O Policiamento Comunitário ou de Proximidade é um tipo de policiamento que utiliza estratégias de aproximação, ação de presença, permanência, envolvimento e comprometimento com o local de trabalho e com as comunidades na preservação da ordem pública, da vida e do patrimônio das pessoas. A Confiança Mútua é o elo entre cidadão e policial, entre a comunidade e a força policial, entre a população e o Estado. O Comprometimento é a energia.

Esta estratégia de policiamento visa garantir o direito da população à segurança pública, mas, tendo em vista que confiança é essencial, o sucesso depende de policiais preparados, do apoio da sociedade organizada, das comunidades, de leis respeitadas e da interação entre poderes, instituições e órgãos envolvidos num Sistema de Justiça Criminal que exige finalidade pública, observância da supremacia do interesse público, valor à vida das pessoas, comprometimento, objetivo, coatividade, instrumentos de justiça ágeis, execução penal responsável e forças policiais bem formadas, respeitadas, valorizadas, especializadas, atuando no ciclo completo e capacitadas em efetivos para exercer função essencial à justiça na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

sábado, 26 de março de 2011

PES - INCREMENTO DA MANUTENÇÃO E INVESTIMENTOS


Iniciaremos a divulgar um modelo de Plano Estratégico Situacional (PES)para uma Corporação Policial Militar em que esteja inserido os aparatos policial, de bombeiros e de saúde. Serão mostrados sete objetivos estratégicos. Como é modelo pode servir para alterações, correções e críticas. O primeiro é o seguinte:

OBJETIVO ESTRATÉGICO - Incremento da Manutenção e dos Investimentos

AÇÕES A REALIZAR

1.Potencializar a capacidade do apoio logístico em situações ordinárias e extraordinárias
- Estabelecer condições de logística aos OPM em situações ordinária e extraordinária;
- Proporcionar vantagens em capacidade logística e operativa;
- Aumentar a eficácia operacional pela dotação dos recursos necessários em tempo hábil;
- Excluir a necessidade de busca de recursos junto a Órgãos estranhos ou pessoas físicas;
- Reduzir a influência externa na tomada de decisão técnica;

2.Ordenar e redimensionar a cadeia logística
- Permitir o controle e acompanhamento do patrimônio;
- Permitir estabelecer métodos mais eficientes para os suprimentos, manutenção, aquisição e conservação;
- Desenvolver cronograma de investimento e manutenção de equipamentos operacionais e administrativos;
- Evitar solução de continuidade na prestação de serviços.

3.Criar condições para investimentos na área de ensino e treinamento
- Proporcionar melhores condições de instalações para ensino e treinamento;
- Otimizar os meios e equipamentos auxiliares de instrução,
- Dispor de material de pesquisa para o corpo discente;

4.Criar condições para investimentos na área da saúde
- Proporcionar melhores condições no serviço de atendimento à saúde, preventiva e curativa, dos servidores e seus familiares;
- Proporcionar convênios, no interior do Estado, com estabelecimentos de saúde;
- Organizar nos OPM sede dos Comandos Regionais a formação sanitária regimental com Oficiais QOSBM;

5.Desenvolver tecnologia na área de polícia e de bombeiros

- Oferecer melhor prestação de serviço à comunidade;
- Oferecer melhores condições de trabalho aos servidores;
- Oportunizar atingir melhor eficácia e eficiência operacional e administrativa;
- Atender as necessidades de emprego adequado dos recursos;
- Propiciar redução dos custos da máquina administrativa;
- Reduzir o tempo-resposta na prestação de serviços;
- Padronizar procedimentos operacionais e administrativos;
- Instituir e equipar os locais de treinamento de polícia e prática de tiro;
- Instituir e equipar os locais de treinamento de bombeiros;
- Permitir o desenvolvimento de pesquisas sobre tecnologias necessária e adequada à missão da Instituição.

6.Estimular a participação na destinação dos recursos orçamentários
- Direcionar investimentos para a atividade operacional;
- Estimular a participação dos níveis de direção na busca dos investimentos junto às assembléias de suas regiões;
- Incentivar os servidores e seus familiares a participar das reuniões do orçamento participativo em busca de investimentos nas condições de trabalho;
- Incentivar a participação da comunidade na busca de investimentos na segurança pública de seu município, inclusive no orçamento participativo.

PRÓXIMO: GESTÃO OPERACIONAL

Nenhum comentário: