O Policiamento Comunitário ou de Proximidade é um tipo de policiamento que utiliza estratégias de aproximação, ação de presença, permanência, envolvimento e comprometimento com o local de trabalho e com as comunidades na preservação da ordem pública, da vida e do patrimônio das pessoas. A Confiança Mútua é o elo entre cidadão e policial, entre a comunidade e a força policial, entre a população e o Estado. O Comprometimento é a energia.

Esta estratégia de policiamento visa garantir o direito da população à segurança pública, mas, tendo em vista que confiança é essencial, o sucesso depende de policiais preparados, do apoio da sociedade organizada, das comunidades, de leis respeitadas e da interação entre poderes, instituições e órgãos envolvidos num Sistema de Justiça Criminal que exige finalidade pública, observância da supremacia do interesse público, valor à vida das pessoas, comprometimento, objetivo, coatividade, instrumentos de justiça ágeis, execução penal responsável e forças policiais bem formadas, respeitadas, valorizadas, especializadas, atuando no ciclo completo e capacitadas em efetivos para exercer função essencial à justiça na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

PROGRAMA DE POLICIAMENTO NAS ESCOLAS

Polícia Militar reforça efetivo nas escolas com a volta às aulas - correio braziliense, 25/07/2011 08:54

Com a volta às aulas em grande parte das escolas do Distrito Federal nesta segunda-feira (25/7), o Batalhão Escolar da Polícia Militar reforçou o efetivo nas escolas, com objetivo de orientar os alunos e controlar o trânsito nos arredores das unidades de ensino.

Segundo o comandante do Batalhão Escolar, Tenente Coronel Eduardo Leite Souza, já começam hoje ações educativas e de fiscalização. Os militares vão abordar vans escolares e verificar se a situação é regular ou se os veículos operam de maneira ilegal.

"Muita Calma Nesta Escola"

Um programa da secretaria de Segurança Pública (SSP), em parceria com o Batalhão Escolar da Polícia Militar, mapeou as escolas do DF que mais oferecem risco aos alunos e promete reduzir a violência. A iniciativa pretende coibir o tráfico e uso de drogas nas instituições e nos arredores, além de combater a prática do bulliyng entre os estudantes.

Segundo informações da assessoria de imprensa da SSP, a PM mapeou entre 50 e 60 escolas com situações mais críticas. Estas serão as primeiras a receber o programa, batizado de "Muita calma nesta escola", que será lançado nesta quarta-feira (27/7) e deve durar até novembro, quando termina o ano letivo. Os estabelecimentos de ensino com menor risco serão monitorados por ronda, de modo que um policial ficará responsável por mais de uma escola.

Nenhum comentário: