O Policiamento Comunitário ou de Proximidade é um tipo de policiamento que utiliza estratégias de aproximação, ação de presença, permanência, envolvimento e comprometimento com o local de trabalho e com as comunidades na preservação da ordem pública, da vida e do patrimônio das pessoas. A Confiança Mútua é o elo entre cidadão e policial, entre a comunidade e a força policial, entre a população e o Estado. O Comprometimento é a energia.

Esta estratégia de policiamento visa garantir o direito da população à segurança pública, mas, tendo em vista que confiança é essencial, o sucesso depende de policiais preparados, do apoio da sociedade organizada, das comunidades, de leis respeitadas e da interação entre poderes, instituições e órgãos envolvidos num Sistema de Justiça Criminal que exige finalidade pública, observância da supremacia do interesse público, valor à vida das pessoas, comprometimento, objetivo, coatividade, instrumentos de justiça ágeis, execução penal responsável e forças policiais bem formadas, respeitadas, valorizadas, especializadas, atuando no ciclo completo e capacitadas em efetivos para exercer função essencial à justiça na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

sábado, 2 de junho de 2012

POLICIAMENTO COMUNITÁRIO RETORNA À CRUZ ALTA

ZERO HORA, 02 de junho de 2012 | N° 17088

À MODA UPP - ROBERTO WITTER | Cruz Alta/Correspondente

 

Cruz Alta adota polícia comunitária


A prisão de cinco pessoas por porte de armas, munição ou entorpecentes inaugurou ontem o módulo de polícia comunitária do Núcleo Habitacional Santa Bárbara, em Cruz Alta.

Eles foram encontrados durante a operação Retomada, que marcou o retorno da polícia a um dos bairros de maior criminalidade na Região Noroeste.

Construídos no início da década de 80, alguns dos apartamentos passarão por uma reforma geral, e a reativação do módulo policial virou ponto chave no projeto. O local tem um dos maiores índices de criminalidade da região. De janeiro a abril deste ano, somente a Brigada Militar registrou 61 ocorrências no bairro, que tem cerca de 1,3 mil habitantes. O número em grande parte se deve à desativação do posto, que ocorreu há oito anos por causa da falta de efetivo.


Cruz Alta deve receber investimento de mais de um milhão de reais com a Polícia Comunitária - 28/06/2011


 Fonte: http://grupopilau.com.br/noticias/vis/?v=1676


Projeto de Polícia Comunitária deve ser implantado em Cruz Alta. A partir da verba cinda do PAC II, o Rio Grande do Sul vai beneficiar 95 cidades, entre as localizadas na região metropolitana e as que possuem mais de 50 mil habitantes.





A reunião realizada ontem no Quartel da Brigada militar reuniu autoridades do poder executivo, legislativo e militar de Cruz Alta e comandantes das cidades de Ijuí, Santa Rosa, Santa Maria e Santo Ângelo. O Prefeito Vilson Roberto explica que existem os programas de segurança nacional e estadual. A Região de abrangência do posto envolve 6 bairros. O Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Marino Marangon também estava presente. O Vereador garante articulação e cobrança, pois são 60 dias para apresentar o projeto ao Estado. O Comandante do Comando Regional de Polícia Extensiva do alto Jacui, Tenente Coronel Duarte comenta que esta ação só vai beneficiar a comunidade, até com o aumento de efetivo na patrulha. O Coronel Marobim, interlocutor do projeto comentou que o investimento no posto em Cruz Alta, vai ser de aproximadamente 1 milhão e 500 mil reais. O Prefeito Vilson Roberto afirma que de 8 a 10 mil pessoas vão ser beneficiados.


COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - Parabenizo o Governo do Estado, a Brigada Militar e a comunidade de Cruz Alta pela iniciativa de implementarem o policiamento comunitário em Cruz Alta a partir de um local onde o clamor popular pedia uma intervenção mais permanente e compromissada. Saúdo o Comandante Regional e o Comandante do 16 BPM, oficiais proativos e dedicados, bem como o policiais militares das frações e as lideranças envolvidas.



PARA LEMBRAR:

 


http://policiamentocomunitario.blogspot.com.br/2012/03/policiamento-comunitario-em-cruz-alta.html

Nenhum comentário: