O Policiamento Comunitário ou de Proximidade é um tipo de policiamento que utiliza estratégias de aproximação, ação de presença, permanência, envolvimento e comprometimento com o local de trabalho e com as comunidades na preservação da ordem pública, da vida e do patrimônio das pessoas. A Confiança Mútua é o elo entre cidadão e policial, entre a comunidade e a força policial, entre a população e o Estado. O Comprometimento é a energia.

Esta estratégia de policiamento visa garantir o direito da população à segurança pública, mas, tendo em vista que confiança é essencial, o sucesso depende de policiais preparados, do apoio da sociedade organizada, das comunidades, de leis respeitadas e da interação entre poderes, instituições e órgãos envolvidos num Sistema de Justiça Criminal que exige finalidade pública, observância da supremacia do interesse público, valor à vida das pessoas, comprometimento, objetivo, coatividade, instrumentos de justiça ágeis, execução penal responsável e forças policiais bem formadas, respeitadas, valorizadas, especializadas, atuando no ciclo completo e capacitadas em efetivos para exercer função essencial à justiça na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

TROCA DE EXPERIÊNCIAS EM POLÍCIA COMUNITÁRIA

PORTO ALEGRE - Encontro debate a polícia comunitária - ZERO HORA 31/08/2011

Começou ontem e vai até sexta-feira, em Porto Alegre, o evento que pretende debater a aproximação entre a população e instituições de segurança pública. O Seminário Nacional de Polícia Comunitária reunirá especialistas do Brasil, da Argentina e do Japão, que apresentarão experiências bem-sucedidas em policiamento comunitário, especialmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Minas Gerais e Pernambuco.

Promovido pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), o evento, no Hotel Embaixador, foi inaugurado na noite de ontem com uma palestra do secretário Airton Michels. A abertura oficial ocorre às 9h de hoje e deve contar com a presença do governador Tarso Genro e da secretária Regina Miki, titular da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Entre os especialistas que confirmaram presença estão o inspetor da Polícia Nacional do Japão, Koichi Marauyama, o secretário de Segurança Pública da província de Santa Fé (Argentina), Enrique Fonte, e o coordenador-geral da Coordenadoria de Polícia Pacificadora do Rio de Janeiro, coronel Robson Rodrigues da Silva.

A ideia é que sejam apresentados casos de parcerias entre a população e as instituições de segurança pública e de defesa social. As inscrições para o evento estão encerradas, com a confirmação de 650 participantes, a maioria servidores públicos gaúchos.

O SEMINÁRIO - http://www.ensinossprs.org/seminario/index.html

O Seminário Nacional de Polícia Comunitária é uma realização do Estado do Rio Grande do Sul e a Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça, para contribuir na formação de uma política nacional de orientação para o setor, a partir da troca e da soma de experiências desenvolvidas por todo o país. O evento é direcionado às corporações policiais, órgãos ligados à segurança pública, guardas municipais e lideranças comunitárias. Serão 35 palestrantes, sendo 16 do Rio Grande do Sul, 17 de outros Estados, um do Japão e outro da Argentina. Entre os palestrantes confirmados, a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, os secretários da Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Beltrame, e do Rio Grande do Sul, Airton Michels, e o coordenador nacional de Polícia Comunitária, coronel Erisson Lemos Pita.


PROGRAMAÇÃO

30 de Agosto/2011 (terça-feira)- Salão Diplomata

19h: Abertura Oficial do Seminário Nacional de Polícia Comunitária pelo Exmo. Sr Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Tarso Genro. Após encerramento do evento será realizado “transfer” para Jantar no Galpão Crioulo (Parque Harmonia), por adesão, com apresentações típicas gauchescas.

31 de Agosto/2011 (quarta-feira)- Todos os eventos deste dia serão realizados no Salão Diplomata

08h às 09h: Recepção e Credenciamento dos Participantes

EVENTO 1 - 09h às 09h45min: A SENASP e o Estado na Arte da Segurança Pública do Brasil. Palestrante: Regina Maria Filomena de Luca Miki - Secretária Nacional de Segurança Pública. Entidade: Ministério da Justiça - Secretaria Nacional de Segurança Pública

EVENTO 2 - 10h às 10h45min: A Política Estadual de Segurança Pública sob o viés do PRONASCI. Palestrante: Airton Aloísio Michels - Secretário da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul . Entidade: Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul

EVENTO 3 - 11h às 11h45min: Polícia Comunitária: Capacitação. Palestrante: Coronel Erisson Lemos Pita – Coordenador Nacional de Polícia Comunitária. Entidade: Ministério da Justiça - Secretaria Nacional de Segurança Pública

EVENTO 4 - 14h às 14h45min: A Filosofia de Pol. Comunitária na formação de um novo paradigma na Segurança Pública do Rio Grande do Sul. Palestrante: Coronel Jorge Luiz Agostini - Coordenador Estadual de Polícia Comunitária/RS. Entidade: Secretaria da Segurança Pública do Rio Grande do Sul

EVENTO 5 - 15h às 15h45min: Economia Pacificadora. Palestrante: Maurício Dziedricki – Secretário de Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa. Entidade: Secretaria de Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa.

EVENTO 6 - 16h às 16h45min: A Rede de Ensino da SENASP. Palestrante: Isabel Seixas de Figueiredo - Diretora do Departamento de Pesquisa, Análise da Informação e Desenvolvimento Pessoal em Segurança Pública. Entidade: Ministério da Justiça – Secretaria Nacional da Segurança Pública


01 de Setembro/2011 (quinta-feira) - Oficinas de demonstração de modelos da Filosofia de Polícia Comunitária e de organizações voltadas à discussão e aplicação da Filosofia de Polícia Comunitária.

EVENTO 7 - 09h às 09h45min - Salão Diplomata - Unidade de Polícia Pacificadora - UPP . Palestrante: Coronel Robson Rodrigues da Silva - Coordenador Geral da Coordenadoria de Polícia Pacificadora do Estado do Rio de Janeiro. Entidade: Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

EVENTO 8 - 09h às 09h45min - Salão Piratini. Programa Convivência em harmonia e Patrulhas comunitárias no interior: as práticas de polícia comunitária no Vale do Rio Pardo / RS. Palestrantes: Coronel Edson Luiz Chaves Brendler - Comandante Regional de Policiamento Ostensivo do Vale do Rio Pardo/RS e Major Valmir José dos Reis - Comandante do 23º Batalhão ( Santa Cruz do Sul/RS). Entidade: Brigada Militar (Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Sul)

EVENTO 9 - 09h às 09h45min - Salão Mauá - O Fórum Brasileiro e sua contribuição para o desenvolvimento da Polícia Comunitária. Palestrante: Luciene Magalhães de Albuquerque - Presidente do Conselho Administrativo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Entidade: Fórum Brasileiro de Segurança Pública

EVENTO 10 - 09h às 09h45min - Salão Rio Branco - Do direito à segurança, a segurança do direito: o papel das guardas municipais no novo paradigma da segurança pública. Palestrante: Eduardo Pazinato - Secretário Municipal de Segurança Pública de Canoas/RS. Entidade: Associação dos Secretários e Gestores Municipais de Segurança Pública do Rio Grande do Sul

EVENTO 11 - 10h às 10h45min - Salão Diplomata - A Polícia Comunitária em Santa Catarina. Palestrante: Coronel Nazareno Marcineiro - Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina. Entidade: Polícia Militar de Santa Catarina

EVENTO 12 - 10h às 10h45min - Salão Piratini - “Case” Unidade de Polícia Pacificadora de Formiga/RJ. Palestrante: Capitã Alessandra Carvalhaes - Comandante da Unidade de Polícia Pacificadora de Formiga/RJ. Entidade: Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro

EVENTO 13 - 10h às 10h45min - Salão Mauá - Justiça Restaurativa no Sistema Penitenciário do Rio Grande do Sul. Palestrantes: Christiane Russomano Freire - Diretora da Escola da SUSEPE , Mário Luis Pelz - Superintendente Adjunto do Sistema Penitenciário do Estado do Rio Grande do Sul. Entidade: Superintendência dos Serviços Penitenciários do Rio Grande do Sul -SUSEPE

EVENTO 14 - 10h às 10h45min - Salão Rio Branco - Segurança Pública, Prevenção e Polícia Comunitária. Palestrante: Prof. Dr. José Vicente Tavares - Coordenador do Curso de Especialização em Segurança Pública da UFRGS. Entidade: Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS

EVENTO 15 - 15h às 15h45min: - Salão Diplomata - Segurança Pública Municipal e “Case” Território de Paz em Canoas. Palestrante: Jairo Jorge - Prefeito Municipal de Canoas/RS. Entidade: Executivo Municipal

EVENTO 16 - 11h às 11h45min - Salão Piratini - Ações de Estratégia de Polícia na COPA do Mundo de 2014. Palestrante: Delegado da Polícia Federal José Ricardo Botelho- Coordenador Geral de Polícia Criminal Internacional. Entidade: Ministério da Justiça-Departamento Nacional de Segurança para a Copa do Mundo

EVENTO 17 - 11h às 11h45min - Salão Mauá - A Polícia Comunitária sob a ótica da prevenção de incêndios e salubridade pública. Palestrante: Coronel Henrique Vanderlei Lampert Silva - Comandante do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul). Entidade: Brigada Militar (Polícia Militar do estado do Rio Grande do Sul)

EVENTO 18 - 11h às 11h45min - Salão Rio Branco - O Programa Estadual de Segurança com Cidadania – PROESCI/RS. Palestrante: Delegado Carlos Roberto Sant'ana da Rosa - Coordenador PROESCI do Estado do Rio Grande do Sul . Entidade: Secretaria da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul

EVENTO 19 - 14h às 14h45min - Salão Diplomata - A Polícia Comunitária em Pernambuco e o Programa Pacto pela Vida. Palestrantes: Coronel Ricardo Dantas Vasconcelos - Coordenador de Polícia Comunitária do Estado do Pernambuco. Entidade: Polícia Militar do Estado de Pernambuco

EVENTO 20 - 14h às 14h45min - Salão Piratini - “Case” da Polícia Civil do RS -Violência doméstica não é só caso de polícia. Palestrante: Delegada de Polícia Civil Débora Aparecida Dias. Entidade: Polícia Civil - Delegacia da Mulher do Município de Santa Maria/RS

EVENTO 21 - 14h às 14h45min - Salão Mauá - A Polícia Comunitária na Polícia de Goiás. Palestrante: Major Décio Fernandes de Farias. Entidade: Polícia Militar do Estado de Goiás

EVENTO 22 - 14h às 14h45min - Salão Rio Branco

EVENTO 22 - 14h às 14h45min(Salão Rio Branco): A Policia Comunitária na Polícia da Bahia. Palestrante: Coronel Zeliomar de Almeida - Coordenador de Polícia Comunitária do Estado da Bahia. Entidade: Polícia Militar do Estado da Bahia

EVENTO 23 - 11h às 11h45min - Salão Diplomata - A Segurança Pública no Brasil
Palestrante: Alberto Liebling Kopittke - Advogado e Coordenador da CONSEG-2009. Entidade: Ministério da Justiça - Secretaria Nacional da Segurança Pública

EVENTO 24 - 15h às 15h45min - Salão Piratini - Gestão compartilhada, territorialidade e participação social. Palestrante: Coronel Washington França da Silva - Subcomandante - Geral da Polcíia Militar do Estado da Paraíba. Entidade: Polícia Militar do Estado da Paraíba

EVENTO 25 - 15h às 15h45min - Salão Mauá - “Case” da Polícia Rodoviária Federal Rio Grande do Sul. Palestrante: José Altair Gomes Benites - Superintendente Regional da Polícia Rodoviária Federal - Entidade: Polícia Rodoviária Federal

EVENTO 26 - 15h às 15h45min - Salão Rio Branco - “Case” do Estado de Minas Gerais – Programa de Controle de Homicídios Fica Vivo!. Palestrante: Talles Andrade de Souza - Diretor do Núcleo de Articulação Comunitária, da Coordenadoria de Prevenção a Criminalidade , Minas Gerais. Entidade: Secretaria de Estado de Defesa Social

EVENTO 27 - 16h às 16h45min - Salão Diplomata - O trabalho de Polícia Comunitária executado pela Polícia Militar do Rio de Janeiro. Palestrante: Coronel Mário Sérgio de Brito Duarte - Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro
Entidade: Polícia Militar do estado do Rio de Janeiro

EVENTO 28 - 16h às 16h45min - Salão Piratini - O Novo paradigma da Segurança Pública - Palestrante: Juarez Pinheiro - Secretário Adjunto da Secretaria da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul. Entidade:Secretaria de Segurança Publica do Rio Grande do Sul

EVENTO 29 - 16h às 16h45min - Salão Mauá - “Case” do Município de Caxias do Sul/RS. Palestrante: Coronel Julio Cesar Marobim - Coordenador de Polícia Comunitária - PROESCI. Entidade: Secretaria da Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul

EVENTO 30 - 16h às 16h45min - Salão Rio Branco - A Polícia Comunitária no Estado do Ceará – Programa Ronda de Quarteirão. Palestrante: Coronel Werisleik Pontes Matias - Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Ceará . Entidade: Polícia Militar do Estado do Ceará


02 de Setembro/2011 (sexta-feira)- Todos os eventos deste dia serão realizados no Salão Diplomata

Intervenções Gerais de Polícia Comunitária no Rio Grande do Sul

EVENTO 31 - 09h às 09h45min: Polícia Comunitária Modelo Koban. Palestrante: Koichi Marauyama - Inspetor da Polícia Nacional do Japão. Entidade: JICA/SENASP

EVENTO 32 - 10h às 10h45min - A Polícia Comunitária na Argentina. Palestrante: Enrique Fonte . Entidade: Secretaria da Segurança Pública de Santa Fé – República Argentina

EVENTO 33 - 11h às 11h45min - Polícia Comunitária em São Paulo - Modelo Koban
Palestrante: Coronel Álvaro Batista Camilo - Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Entidade: Polícia Militar do Estado de São Paulo

EVENTO 34 - 14h às 14h45min - A Polícia Comunitária sob a ótica da Polícia Civil
Palestrante: Delegado Ranolfo Vieira Junior - Chefe da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul. Entidade: Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul

EVENTO 35 - 15h às 15h45min - A Polícia Ostensiva: O Perfil Democrático e Comunitário para o Controle da Violência e Criminalidade. Palestrante: Coronel Sérgio Roberto de Abreu – Comandante-Geral da Brigada Militar/RS. Entidade: Brigada Militar (Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Sul)

ENCERRAMENTO: 17h

SUPORTE - Contato organização do evento

Telefone: (51) 3288-7013
Email: policia-comunitaria@ssp.rs.gov.br

COMENTÁRIO DO BENGOCHEA - É um seminário de nível elevado. Quem trabalha nas forças policiais, especialmente as de missão preventiva, não podem perder este evento por nada do mundo. São várias as palestras e sugiro as que tratam na prática as estratégias da filosofia do policiamento comunitário. Tomara que não fique na retórica e na vontade como tantos outros eventos como este ficaram. Esta filosofia de policiamento depende muito da vontade pessoal e da dedicação de seus gestores para conquistar a confiança dos policiais na execução e das lideranças comunitárias em acreditar na integração. Os grandes inimigos desta filosofia estão no conservadorismo de integrantes das forças policiais, na benevolência das leis brasileiras e no sistema judicial burocrata, moroso, divergente, benevolente, descompromissado com a ordem pública e distante das ilicitudes, da sociedade e das forças policiais. O sistema judiciário e a postura mediadora dos magistrados inutilizam esforços, desmoralizam a autoridade pública e descreditam os instrumentos de coação, justiça e cidadania. Assim, um dos principais elos do policiamento comunitário cai por terra - a confiança no sistema.

Nenhum comentário: