O Policiamento Comunitário ou de Proximidade é um tipo de policiamento que utiliza estratégias de aproximação, ação de presença, permanência, envolvimento e comprometimento com o local de trabalho e com as comunidades na preservação da ordem pública, da vida e do patrimônio das pessoas. A Confiança Mútua é o elo entre cidadão e policial, entre a comunidade e a força policial, entre a população e o Estado. O Comprometimento é a energia.

Esta estratégia de policiamento visa garantir o direito da população à segurança pública, mas, tendo em vista que confiança é essencial, o sucesso depende de policiais preparados, do apoio da sociedade organizada, das comunidades, de leis respeitadas e da interação entre poderes, instituições e órgãos envolvidos num Sistema de Justiça Criminal que exige finalidade pública, observância da supremacia do interesse público, valor à vida das pessoas, comprometimento, objetivo, coatividade, instrumentos de justiça ágeis, execução penal responsável e forças policiais bem formadas, respeitadas, valorizadas, especializadas, atuando no ciclo completo e capacitadas em efetivos para exercer função essencial à justiça na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

CAEM HOMICÍDIOS NOS TERRITÓRIOS DA PAZ GAÚCHOS

Territórios da Paz: caem homicídios - CORREIO DO POVO, 26/01/2012

Desde a implementação do projeto Territórios da Paz, em setembro de 2011, em quatro bairros da Capital, o número de homicídios caiu 35%.

A informação foi dada pelo secretário adjunto da Segurança Pública, Juarez Pinheiro, durante a 4 Reunião de Avaliação das Ações nos Territórios de Paz, ontem. Segundo ele, antes da ação nos bairros Rubem Berta, Restinga, Lomba do Pinheiro e Santa Tereza, a Capital representava 25% dos casos de homicídios registrados no RS, e o percentual caiu para 18,97%.

Participaram do ato o comandante-geral da BM, coronel Sérgio Abreu, e o secretário de Segurança Pública e Cidadania de Canoas, Alberto Kopittke.

Um comentário:

Alberto Kopittke disse...

Caro Bengochea, parabens pelo blog e pela abordagem do tema do policiamento comunitario. Se puderes, por favor faça contato para conversarmos: akopittke@yahoo.com
Grande abraço,
Alberto Kopittke