O Policiamento Comunitário ou de Proximidade é um tipo de policiamento que utiliza estratégias de aproximação, ação de presença, permanência, envolvimento e comprometimento com o local de trabalho e com as comunidades na preservação da ordem pública, da vida e do patrimônio das pessoas. A Confiança Mútua é o elo entre cidadão e policial, entre a comunidade e a força policial, entre a população e o Estado. O Comprometimento é a energia.

Esta estratégia de policiamento visa garantir o direito da população à segurança pública, mas, tendo em vista que confiança é essencial, o sucesso depende de policiais preparados, do apoio da sociedade organizada, das comunidades, de leis respeitadas e da interação entre poderes, instituições e órgãos envolvidos num Sistema de Justiça Criminal que exige finalidade pública, observância da supremacia do interesse público, valor à vida das pessoas, comprometimento, objetivo, coatividade, instrumentos de justiça ágeis, execução penal responsável e forças policiais bem formadas, respeitadas, valorizadas, especializadas, atuando no ciclo completo e capacitadas em efetivos para exercer função essencial à justiça na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

VISÃO SISTÊMICA DE SEGURANÇA PÚBLICA

RP - Polícia Comunitária - Visão Sistêmica de Segurança Pública.




 GELSON VINADÉ

Aborda questão da SEGURANÇA PÚBLICA de forma sistêmica onde, além da polícia, existem outros atores co-responsáveis.

POR QUE SOMENTE A POLÍCIA é cobrada pela sociedade? Porque no imaginário popular é somente ela a responsável pela busca de uma solução para os problemas enfrentados? Qual o caminho a ser trilhado? Por que os servidores da área da segurança ao invés de incentivos são cada vez mais desvalorizados e com condições de trabalho muito aquém do mínimo necessário? Por que os que estão afastados da atividade-fim recebem melhores salários e são os primeiros a serem promovidos, além de outros benefícios? Por que os efetivos policiais estão cada vez mais reduzidos? Seus funcionários desmotivados? Seus equipamentos obsoletos e sucateados? Por que as autoridades não buscam soluções efetivas e duradouras ao invés de paliativos e ações de marketing? Até que ponto os escândalos de corrupção e falcatruas (que normalmente viram "pizza") envolvendo pessoas e autoridades que deveriam dar o exemplo incentivam para o mal?

São vários os pontos de reflexão para as lideranças comunitárias trabalharem junto às sua bases e, com o tempo, atuarem como co-gestores desse processo, seja contribuindo para a busca de soluções mesmo que locais, cobrança junto às autoridades, exigindo o que lhes é de direito, etc.

O vídeo apresenta reportagens e pesquisas de uma triste realidade para reflexão.

Os questionamentos e os fatos apresentados são antigos, mas parecem recentes, mudando os personagens. Os erros são os mesmos. As desculpas idem. E as promessas....

ASSISTA o vídeo. CONHEÇA ESSA REALIDADE que vem à tona sempre que algo comove a opinião pública mas, infelizmente, LOGO É ESQUECIDA.

COMPARTILHE! Dê sua opinião! Participe da busca de soluções para sua comunidade! EXIJA das autoridades atitude! .....


Nenhum comentário: